Pedestres e como se educa para o trânsito?

Campanha Honda Harmonia no Trânsito

Os motoristas é mais fácil, já há algum tempo, todos que tiram a primeira habilitação com um curso 20 horas em um CFC e com 10, 15 ou mais horas de aulas direção. Isso por si, conscientiza grande parte de quem está na rua. E há menos tempo, quem renova a carteira ou faz uma prova ou faz também um curso. Não sei o real resultado disso, pois o número de acidentes ainda é uma crescente, mas algo está sendo feito.

E para os pedestres? Não sei se o problema é geral ou localizado no interior. Sempre vemos alguém atropelado em baixo de uma passarela só para não precisar caminhar 100 metros a mais. Claro que pode haver outros problemas, como assalto em um lugar confinado e as pessoas preferem o risco de atravessar fora do local indicado.

E no interior? E em Santa Cruz do Sul? Eu atravesso na faixa, mas quem mora a 15 ou 20 km do centro num local que só existe estrada de terra? O que esperar? Também caminhar um pouco mais para atravessar na faixa? Outro problema das faixas de segurança é o local delas, é sabido que nas esquinas não é o mais indicado, mesmo nas esquinas que há sinaleiras, pois Santa Cruz tem várias sinaleiras 2 tempo ou podendo seguir livre à direita. Por isso, as faixas deveriam se localizar no meio das quadras. Isso é algo de baixo custo e que dá um bom resultado na relação entre o motorista e o pedestre.

Faça o Sinal pela Vida - Campanha em Cachoeira do Sul

E para educar melhor ainda o pedestre? Infelizmente esse é um processo demorado. Precisa começar na base da educação, com as crianças e evoluir. Talvez demore 5 ou 10 anos para vermos o resultado. Por outro lado, em cidades próximas, existem iniciativas  para educar o motorista e o pedestre para pelo menos respeitar a faixa de segurança.

Sobre peixotmarc

Conheceu seu primeiro computador com 10 anos, era um TK2000, ligado numa TV Philco-Ford preta e branco. Comprava revistas e digitava os códigos fonte e gravava os jogos numa fita K-7 . Aos 12 anos começou a programar em DBase III, informatizou os boletins do colégio onde estudava com a ajuda do seu irmão de 15 anos. Aos 18, resolveu formalizar toda a bagagem de conhecimento que tinha em informática indo para a Universidade. Trabalhou como suporte técnico em fumageira e desenvolvedor em software house. Descobriu que as multinacionais eram os bancos públicos da década de 80 e 90 e hoje trabalha em uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Estuda e pelo menos tenta aplicar métodos ágeis para ter mais tempo para o que acha mais importante na vida: sua família linda.
Esta entrada foi publicada em Idéia, Opinião com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Pedestres e como se educa para o trânsito?

  1. Oscar diz:

    Assim como existem motoristas mal educados também existem pedestres. As campanhas ajudam a educar mas pouco e feito para melhorar a segurança de pedestres e motoristas em Santa Cruz do Sul.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s