Manter-se motivado e os 3 piláres da motivação

Escritórios da Google

Escritórios da Google

Estava conversando com um velho amigo e discutindo como a motivação influência o desempenho no trabalho. Depois de uma longa conversa, lembrei dos 3 piláres da motivação no trabalho:

1)      Ambiente de trabalho – Trabalhar com os amigos, em um ambiente divertido, que suas idéias sejam ouvidas e colocadas em prática e que não exista um senhor da razão e sim um equipe

2)      Rendimentos – Sim, eles são importantes, ganhar razoavelmente bem, nem sempre é possível galhar tão bem como desejavamos. Também há os benefícios, tem que colocar tudo isso na ponta da caneta.

3)      Oportunidade de Crescimento – Ter a esperança que fazendo um bom trabalho, isso será reconhecido e recompensado com um caminho para o sucesso.

Quando for avaliar se está feliz no trabalho, tenha pelo menos 2 desses piláres.

Trabalhei mais de 4 anos em uma software house antes do meu emprego atual. Tinha 2 desses piláres. Mesmo trabalhando 60 horas por semana e ganhando pouco, tinha um ambiente de trabalho ótimo, trabalhava com meus melhores amigos, tinha um horário flexível (mesmo que isso nem sempre seja uma boa opção), as melhores ferramentas para realizar meu trabalho. E por ser uma empresa pequena, se via sempre uma oportunidade de crescimento.

Cecília Meireles

Cecília Meireles

De volta a conversa com o velho amigo, relembrei ele que pelo menos 2 desses piláres ele também tinha no seu emprego atual, não se pode ter tudo. Como diz o poema Ou Isto ou Aquilo de Cecília Meireles: “Ou se tem chuva e não se tem sol ou se tem sol e não se tem chuva!”.

Assim, também vou mantendo a minha motivação. Quando me desmotivo, lembro-me desses piláres. As vezes uma conversa com outra pessoa também ajuda a nos relembrar.

Sobre peixotmarc

Conheceu seu primeiro computador com 10 anos, era um TK2000, ligado numa TV Philco-Ford preta e branco. Comprava revistas e digitava os códigos fonte e gravava os jogos numa fita K-7 . Aos 12 anos começou a programar em DBase III, informatizou os boletins do colégio onde estudava com a ajuda do seu irmão de 15 anos. Aos 18, resolveu formalizar toda a bagagem de conhecimento que tinha em informática indo para a Universidade. Trabalhou como suporte técnico em fumageira e desenvolvedor em software house. Descobriu que as multinacionais eram os bancos públicos da década de 80 e 90 e hoje trabalha em uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Estuda e pelo menos tenta aplicar métodos ágeis para ter mais tempo para o que acha mais importante na vida: sua família linda.
Esta entrada foi publicada em Idéia com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s