Praças – quintal das Crianças do Século XXI

Adultos utilizam os brinquedos como banco

Adultos utilizam os brinquedos como banco

Já parou para pensar quantas pessoas moram em apartamento hoje em dia, e que o crescimento vertical está sendo cada vez maior? Mesmo em Santa Cruz do Sul que tem uma preferência pelas casas do tipo Duplex (Lá em Cachoeira isso chamava casas geminadas), muita gente mora em apartamento. E o pior é que a maioria dos prédios não tem infra-estrutura de recreação. Não tem pátio, é na beira da calçada e de preferência com uma sala comercial para baratear o condomínio.

Qual a opção de recreação para as crianças? Ou tu levas teu filho a um local fechado para recreação e paga R$ 10,00 ou R$ 15,00 por hora para ele se divertir ou usa as praças públicas. E Santa Cruz está bem servida de praças públicas. Posso destacar duas que são bem agradáveis: A da Praça da Bandeira no centro ou a do Parque da OktoberFest. Essas duas são ótimas por ter árvores e sombra sempre.

Mas o maior problema das praças não é a falta de manutenção ou de segurança que deve ser provida pelo poder público. É a própria educação de quem as utiliza: o povo.

Povo suja a praça mesmo tendo lixos próximos

Povo suja a praça mesmo tendo lixos próximos

No ano passado, quando fui utilizar a praça do Parque da Oktoberfest, existia cidadões simplesmente sentados nos brinquedos, tomando chimarrão. São adultos, a praça é destinada para as crianças, e se arrebenta uma corrente? Estraga um balanço? Tive que pedir licença para utilizar os brinquedos.

No último domingo (09/01/2011) fui na Praça da Bandeira logo pela manhã, havia muita sujeira na praça. E não é por falta de lata de lixo ou coisa parecida, existem latas de lixos a dois passos de onde o cidadão se encontra. Isso foi até o mínimo que já encontrei lá, uma das vezes cheguei a encontrar seringa usada.É pura e simples falta de educação.

Solução? Indicar nos brinquedos que os mesmos são destinados as crianças e se possível indicar até a idade recomendada. Cercar algumas praças e não permitir a entrada de pessoas à noite.

Sobre peixotmarc

Conheceu seu primeiro computador com 10 anos, era um TK2000, ligado numa TV Philco-Ford preta e branco. Comprava revistas e digitava os códigos fonte e gravava os jogos numa fita K-7 . Aos 12 anos começou a programar em DBase III, informatizou os boletins do colégio onde estudava com a ajuda do seu irmão de 15 anos. Aos 18, resolveu formalizar toda a bagagem de conhecimento que tinha em informática indo para a Universidade. Trabalhou como suporte técnico em fumageira e desenvolvedor em software house. Descobriu que as multinacionais eram os bancos públicos da década de 80 e 90 e hoje trabalha em uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Estuda e pelo menos tenta aplicar métodos ágeis para ter mais tempo para o que acha mais importante na vida: sua família linda.
Esta entrada foi publicada em Idéia, Opinião. ligação permanente.

2 respostas a Praças – quintal das Crianças do Século XXI

  1. peixotmarc diz:

    Exatamente o que sugeri hoje sobre cercar as pracinhas está sendo feito em Cachoeira do Sul http://yfrog.com/h2t4ovfj

  2. Tielli diz:

    Ótimo post sobre as pracinhas! Falta educação , respeito pelas coisas! Vamos fazer nossa parte!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s