Eu quero é ser primeiro – uma reflexão do sucesso do futebol e o fracasso dos esportes olímpicos

Ronaldo de Assis Moreira - A maior contratação do futebol brasileiro

Ronaldo de Assis Moreira - A maior contratação do futebol brasileiro

Para introduzir o assunto e minha motivação por escrever isso, vou resumir em poucas palavras um post escrito pela psicóloga, psicanalista e jornalista Taeco Toma Carignato. Ela questiona o porquê do Flamengo investir tanto dinheiro em Ronaldo de Assis Moreira ao contra ponto de outros tantos esportistas brasileiros ganharem muito menos. Vou explicar porque acho que isso acontece.

Já parou para pensar o motivo do Brasil ser tão bem sucedido no futebol e não ser  outros esportes, principalmente em esportes olímpicos?

Quem gosta de futebol, é fã, ou quem senta no sofá aos domingos para assistir uma boa partida de futebol ou ainda aquele que só assistem futebol de quatro em quatro anos durante a Copa. Pense qual é o resultado aceitável? Não se aceita nada menos do que o primeiro lugar. Alguém já viu um torcedor comemorar um segundo lugar em algum campeonato de futebol? O que queremos e cobramos é sempre ser o vencedor.  É uma meta difícil de ser alcançada? Com certeza é, mas é tangível. Quer um exemplo claro disso: Lembra qual foi a posição da seleção de futebol do Brasil na Copa de 1994? E da seleção de futebol do Brasil na Olimpíada de 1984? Aposto que de 1984 não lembra.

Daiane dos Santos - Quinta colocada na Olimpíada

Daiane dos Santos - Quinta colocada na Olimpíada

E agora quando falamos de outros esportes, principalmente esportes olímpicos. Elogia-se, vangloria-se os atletas que conseguem uma medalha de bronze ou prata. Olhe a melhor posição de Daiane dos Santos em uma Olimpíada, quinta colocada. E Simone Alves da Silva? Segundo lugar na São Silvestre?

Sim, é preciso dar o devido valor para isso, porém também parar para refletir o porquê que não chegou em primeiro. Isso foi apenas um marco, e não é o que eu quero. Eu quero é o primeiro lugar, todos esses atletas tem potencial de estar lá no lugar mais alto do pódio.  Não vou comprar um produto ou abrir uma conta em um banco porque alguém que não chegou em primeiro está fazendo o comercial.

Por isso que os rendimentos do senhor Ronaldo de Assis Moreira são infinitamente maiores comparando a outros atletas de outros esportes.

Sobre peixotmarc

Conheceu seu primeiro computador com 10 anos, era um TK2000, ligado numa TV Philco-Ford preta e branco. Comprava revistas e digitava os códigos fonte e gravava os jogos numa fita K-7 . Aos 12 anos começou a programar em DBase III, informatizou os boletins do colégio onde estudava com a ajuda do seu irmão de 15 anos. Aos 18, resolveu formalizar toda a bagagem de conhecimento que tinha em informática indo para a Universidade. Trabalhou como suporte técnico em fumageira e desenvolvedor em software house. Descobriu que as multinacionais eram os bancos públicos da década de 80 e 90 e hoje trabalha em uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Estuda e pelo menos tenta aplicar métodos ágeis para ter mais tempo para o que acha mais importante na vida: sua família linda.
Esta entrada foi publicada em Idéia, Opinião com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s