A experiência de trabalhar em casa

Home Office com mesa e iluminação apropriada

Home Office com mesa e iluminação apropriada

Como já comentei, em 2010 tive uma fratura na perna que me impossibilitou de trabalhar por 45 dias. Depois desse tempo, foi feito um acordo com o médico da empresa que minha volta seria gradual. Na primeira semana trabalharia 5 dias em casa, depois 4, 3 e assim sucessivamente.

Isso me deu a experiência de trabalhar em casa, algo que já queria ter feito há muito tempo e ajudou ainda mais a concordar com algumas convicções que eu já tinha.

Para trabalhar em casa precisa de muita disciplina, as distrações em casa são bem maiores que no escritório: TV, rádio, geladeira bem pertinho. Há a distração da família também, é preciso deixar bem claro que você está trabalhando e não pode ser interrompido. Para minimizar isso e por outro lado até permitir uma interação, pode ser usado o crachá da empresa em casa. Caso esteja de crachá, saberão que não pode ser interrompido, caso contrário, você pode estar num intervalo e podem interagir com você.

Outro aspecto que senti foi por conta do conforto. Como minha casa é pequena não tenho uma sala específica para trabalhar onde posso me isolar, não tenho um local preparado para trabalhar com uma mesa confortável como a que tenho no escritório. Tenho ar condicionado apenas no quarto onde não tem mesa entre outras coisas.

Em um dia de muita chuva, seria ótimo pode ir para o escritório mais tarde

Em um dia de muita chuva, seria ótimo pode ir para o escritório mais tarde

Nas 2 primeiras semanas onde fiquei muito tempo em casa, a comunicação também foi outro empecilho. Mesmo havendo Messenger, Skype, e-mail e telefone, não há nada mais eficiente que conversar pessoalmente.

Essa experiência me fez concluir o que eu já pensava. É bom trabalhar em casa, mas como uma opção e não como única opção. Por exemplo, num dia de muita chuva de manhã cedo, desde sair de casa as 7 da manhã de guarda-chuva para pegar o ônibus, poderia trabalhar em casa e aguardar até o meio-dia a chuva minimizar. Ou em um dia que tenha que sair da empresa para ir ao banco ou comprar algo no centro, trabalhar a tarde em casa.

Sobre peixotmarc

Conheceu seu primeiro computador com 10 anos, era um TK2000, ligado numa TV Philco-Ford preta e branco. Comprava revistas e digitava os códigos fonte e gravava os jogos numa fita K-7 . Aos 12 anos começou a programar em DBase III, informatizou os boletins do colégio onde estudava com a ajuda do seu irmão de 15 anos. Aos 18, resolveu formalizar toda a bagagem de conhecimento que tinha em informática indo para a Universidade. Trabalhou como suporte técnico em fumageira e desenvolvedor em software house. Descobriu que as multinacionais eram os bancos públicos da década de 80 e 90 e hoje trabalha em uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Estuda e pelo menos tenta aplicar métodos ágeis para ter mais tempo para o que acha mais importante na vida: sua família linda.
Esta entrada foi publicada em Opinião com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s