A importância da Separação do Lixo mesmo sem Coleta Seletiva

O lixo precisa ser separado nas Cooperativas

O lixo precisa ser separado nas Cooperativas

Essa era uma dúvida que já tinha há algum tempo e não tinha uma resposta clara e real. Mas na última semana acabei elucidando-a.

O meu lixo eu separo em Seco e Orgânico. O lixo orgânico eu coloco para coleta feita pelo caminhão do lixo e o seco eu levo para algum dos estabelecimentos do Walmart em Santa Cruz do Sul (Big, Nacional ou Maxxi). Isso é uma alternativa, mas ações menores também podem fazer a diferença.

Na semana passada assisti a uma palestra do responsável pela coleta do lixo em Santa Cruz do Sul e do trabalho da Cooperativa de Catadores que existe aqui. A primeira informação que chamou a minha atenção foi para onde vai o nosso lixo. Para um aterro em Minas do Leão.

Porém, antes disso, o lixo é levado para separação na Cooperativa de Catadores, e nesse ponto que faz a diferença a separação do lixo, mesmo sendo todo recolhido pelo mesmo caminhão. Os Catadores já conhecem a qualidade do lixo conforme o bairro, e apenas os bairros que se sabe que o lixo é de boa qualidade é levado para a devida separação. Mesmo o teu lixo indo para o mesmo caminhão, se colocares o lixo separado em sacolas é mais fácil a separação pelos catadores. Por outro lado, tu consegues imaginar um catador tendo de abrir uma sacola com papel higiênico usado para tentar buscar um tubo de xampu ou uma caixa de pasta de dente? Nesse ponto que torna importante a separação do lixo, mesmo sendo feita pelo mesmo caminhão.

Imagem: http://www.flickr.com/photos/f-r-a-n-k/515715509/

Sobre peixotmarc

Conheceu seu primeiro computador com 10 anos, era um TK2000, ligado numa TV Philco-Ford preta e branco. Comprava revistas e digitava os códigos fonte e gravava os jogos numa fita K-7 . Aos 12 anos começou a programar em DBase III, informatizou os boletins do colégio onde estudava com a ajuda do seu irmão de 15 anos. Aos 18, resolveu formalizar toda a bagagem de conhecimento que tinha em informática indo para a Universidade. Trabalhou como suporte técnico em fumageira e desenvolvedor em software house. Descobriu que as multinacionais eram os bancos públicos da década de 80 e 90 e hoje trabalha em uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Estuda e pelo menos tenta aplicar métodos ágeis para ter mais tempo para o que acha mais importante na vida: sua família linda.
Esta entrada foi publicada em Idéia com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s