Conhecer as limitações é uma Fortaleza

Há algum tempo minha esposa vem dizendo que sou disléxico, pois eventualmente troco algumas palavras. Não sei se realmente sou e muito menos me considero, já que troco eventualmente e quando estou conversando informalmente.

Com essas conversas sobre dislexia, lembrei de Noel Gallagher da banda Oasis que sofre de dislexia. Dizem alguns que é essa dislexia que torna as letras das músicas únicas, como é o caso da música Wonderwall.

Depois disso, lembrei de uma pessoa que trabalhei. Trabalhávamos com desenvolvimento de software  e ela não demostrou ser  boa desenvolvedora. Porém, ao invés de tornar essa fraqueza algo que a limitasse no seu papel profissional, ela buscou outras atividades dentro da própria área de informática e descobriu um nicho de mercado onde ela é uma das melhores ou porque não, a melhor pessoa dessa área.

O que eu quero com tudo isso? É destacar que conhecer as nossas fortalezar é fácil, sempre tem alguém para nos dizer ou elogiar. Mas conhecer nossas limitações, e realmente reconhcer como fraqueza e conseguir utilizar as mesmas ao nosso favor, torna-nos muito mais virtuosos.

Imagem: http://www.flickr.com/photos/kt/103952700/

Sobre peixotmarc

Conheceu seu primeiro computador com 10 anos, era um TK2000, ligado numa TV Philco-Ford preta e branco. Comprava revistas e digitava os códigos fonte e gravava os jogos numa fita K-7 . Aos 12 anos começou a programar em DBase III, informatizou os boletins do colégio onde estudava com a ajuda do seu irmão de 15 anos. Aos 18, resolveu formalizar toda a bagagem de conhecimento que tinha em informática indo para a Universidade. Trabalhou como suporte técnico em fumageira e desenvolvedor em software house. Descobriu que as multinacionais eram os bancos públicos da década de 80 e 90 e hoje trabalha em uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Estuda e pelo menos tenta aplicar métodos ágeis para ter mais tempo para o que acha mais importante na vida: sua família linda.
Esta entrada foi publicada em Opinião com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s